oqueecinema

Lançada em 1980, pelo ensaísta, crítico de cinema e escritor brasileiro Jean-Claude Bernardet, a obra O que é cinema, segundo o autor, está longe de tentar solucionar a questão que a intitula, mas visa fazer um passeio em torno de alguns eventuais problemas que se colocam para estudiosos da sétima arte.

Conciso em seu conteúdo, o livro apresenta, em 19 tópicos, temas que abordam: as primeiras manifestações cinematográficas; a formação do cinema enquanto indústria; a construção de uma linguagem cinematográfica por parte do mercado estadunidense e a concepção de novas linguagens, que se desenvolveram no Brasil com a experiência do Cinema Novo e em diversas outras partes do mundo, a partir do fim da Segunda Guerra Mundial.

Bernardet, além de apresentar um quadro geral sobre a formação e desenvolvimento das linguagens e indústria cinematográfica, se deterá a questões concernentes à montagem do cinema e a reflexões a respeito deste, enquanto arte do real ou como reprodutor de uma realidade construída, na qual a interferência humana cria discursos que revelam ideologias: “O cinema, como toda área cultural, é um campo de luta, e a história do cinema é também o esforço constante para denunciar este ocultamento e fazer aparecer quem fala” (BERNARDET, 1980, p. 10).

Com uma linguagem objetiva e simples, esta obra é indicada para os que se interessam em entender o processo de formação do cinema e seu desenvolvimento em âmbitos comercias e estéticos.  Além disso, ajuda a ampliar as noções da produção cinematográfica enquanto integrante de um meio cultural que carrega em si signos e vivências deste.

Sobre Jean-Claude Bernardet e obras que relacionam cinema e história, indicamos ainda:

  • Brasil em Tempo de Cinema (1967);
  • Cinema Brasileiro: Propostas para uma História (1979);
  • Cinema e História do Brasil (1998);
  • Historiografia Clássica do Cinema Brasileiro (1995).
No TweetBacks yet. (Be the first to Tweet this post)