9788523002831Considerado uma das mais importantes obras para se pensar a constituição do Estado Moderno, O Príncipe foi escrito, em 1513, pelo pensador italiano Nicolau Maquiavel tendo como destinatário o nobre Lourenço de Médici. A primeira edição do livro foi publicada em 1532, em homenagem póstuma ao autor, sendo reeditadas inúmeras vezes. No Brasil, uma das instituições que divulgam a obra em questão é a Fundação da Universidade de Brasília. A edição de 1999, conta com a tradução de Sérgio Bath e contém dez cartas, escritas por Maquiavel ao final do livro, que nos fazem entender um pouco mais sobre o pensamento e a vida do autor.

O Príncipe é composto por vinte e seis capítulos aonde o autor tratará, ou melhor, instruirá como o governante deve reger o seu cargo. Os assuntos presentes nos tais giram em torno da existência de sistemas políticos à época de Maquiavel, as formas de governar, as forças armadas que o príncipe dispõe, as qualidades que o mesmo deve possuir, além de tratar sobre o momento político/social vivido pela Itália no século XVI.

Interpretado por alguns como um livro destinado a constituir monarquias, O Príncipe vai além. Muito mais do que defender um tipo de governo, a obra apresenta as ferramentas necessárias que o indivíduo (governante) deve possuir para que atinja o seu objetivo central, isto é, a consolidação do poder.

Em linhas gerais, os escritos de Maquiavel possuem uma importância significativa, pois nos ajudam a compreender não somente um assunto isoladamente. Pelo contrário, a obra remonta a um conjunto de fatores, dentre os quais se destacam os tratados políticos. Assim, a leitura do livro em questão é recomendada aos que interessam-se pelos temas aludidos acima. 

No TweetBacks yet. (Be the first to Tweet this post)