This War of Mine: Porque na guerra nem todos são soldados

  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Delicious

Guilherme Sousa Borges
Graduando em História pela Universidade Federal de Sergipe
Bolsista do Programa de Educação Tutorial (PET/FNDE/MEC)

Eu tinha acabado de ser aceita num conservatório quando a guerra começou. Eu tinha this_war_of_minetantos planos e sonhos. Eu costumava tocar violão, namorar e dançar. Meu irmãozinho Tadei sempre me fazia sorrir. Agora tudo isso me parece ser um sonho distante, substituído por esse pesadelo em que vivemos. Mesmo assim, eu acredito que um dia ainda poderemos esquecer essa guerra e seguir nossas vidas como se isso nunca tivesse acontecido”.

Esse relato até parece uma história real de alguém que vivenciou algum conflito, porém é a biografia de um dos personagens de um game.

Lançado em novembro de 2014 e produzido pelo estúdio polonês 11bits, This War of Mine (Essa minha guerra, em uma tradução livre) é um jogo de estratégia e sobrevivência que coloca o jogador sobre o controle de um grupo de refugiados durante uma guerra não identificada. O jogador deve durante o dia gerenciar os recursos do grupo, como materiais para criar ferramentas, alimentos e remédios, e durante a noite ele deve visitar localidades próximas do esconderijo para conseguir mais utensílios.

Um grande diferencial do game é a forma como o jogador deve lidar com as situações difíceis que os personagens passam. O clima que esfria (propiciando a propagação de doenças), a falta de comida e remédios, o risco dos ataques de saqueadores, entre outros.

O caso mais extremo são as decisões de vida ou morte que o player deve fazer: para sobreviver, você mataria alguém? Roubaria comida e remédios de um casal de idosos? Negaria ajudar uma criança doente? Dentro do jogo, nenhuma dessas tem uma resposta correta, porém elas podem resultar num ganho ou perda da moral do grupo, esta que se torna tão fundamental quanto alimentação ou medicamentos.

O sucesso foi tamanho que em poucos meses o estúdio conseguiu arrecadar o dinheiro investido (algo raro para produtoras independentes de jogos) e foi capaz de lançar uma expansão chamada War Childs (Crianças da guerra, em tradução livre), que adiciona mais localidades e objetos ao game e teve seu lucro doado para as crianças refugiadas no Iraque e na Jordânia.

A grande inspiração para os desenvolvedores foram as guerras ocorridas nos últimos 100 anos, principalmente os conflitos que aconteceram no leste europeu e no oriente médio no final dos anos 80 e na década de 90, contudo eles dão um destaque especial para o Cerco de Sarajevo em 1992.

Mesmo sendo uma obra fictícia, This War of Mine mostra de uma forma realista o cotidiano dos refugiados nas mais diversas guerras, se tornando um jogo com um discurso atemporal que questiona o porquê das guerras, principalmente no seu subtítulo: “Na guerra, nem todos são soldados”.

No TweetBacks yet. (Be the first to Tweet this post)

Share and Enjoy

Esta entrada foi publicada em Atividades, Publicações e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>