No dia 09 deste mês, o professor do Departamento de História da UFS Claudefranklin Monteiro lançou o livro Através do Brasil: uma trajetória centenária. Realizamos uma entrevista com o historiador lagartense na qual ele nos falou um pouco sobre a sua trajetória e a obra lançada.

PET-  Fale-nos um pouco sobre a sua trajetória acadêmica

Prof. Claudefranklin - Em 1992, aos dezessete anos de idade, ingressei no Curso de Licenciatura em História da Universidade Federal de Sergipe, concluído em 1995. Na época, o curso havia inserido no programa a obrigatoriedade de um TCC. Nesse sentido, fui pioneiro na escrita de monografias, escrevendo um trabalho intitulado “A Identidade Nacional em Manoel Bomfim”.

 Lecionando na Educação Básica desde 1994, em 2002 iniciei minhas atividades na docência em Ensino Superior, pela Universidade Vale do Aracaú. No ano seguinte, pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Sergipe, concluí o Mestrado em Educação, com a dissertação “Bilac e Bomfim Através do Brasil”.

 Em 2004, fundei o Curso de Licenciatura em História da Faculdade José Augusto Vieira (FJAV), em Lagarto-SE. Fui professor e coordenador do curso até 2009.

 Entre 2006 e 2008, fui Professor Substituto do Departamento de Educação da Universidade Federal de Sergipe. Em 2009, tornei-me Professor Efetivo do Departamento de História desta instituição, onde permaneço até a presente data.

 Desde 2010, faço o Doutorado em História pela Universidade Federal de Pernambuco, com previsão de defesa de tese para novembro de 2013.

PET-   Como surgiu a proposta do livro? De que ele trata?

Prof. Claudefranklin - Em 2005, em parceria com a Prof. Dra. Terezinha Alves de Oliva (que foi minha orientadora na Graduação e no Mestrado) eu publiquei o texto “As Multifaces de Através do Brasil”, na Revista Brasileira de História, São Paulo, v. 24, p. 101-121. Até hoje, a repercussão tem sido muito satisfatória, inclusive em nível internacional. Trata-se de um extrato de minha dissertação de Mestrado. A ideia de publicar a dissertação em livro foi amadurecendo com o tempo. Em 2010, o livro didático de autoria de Bilac e Bomfim, que foi meu objeto de pesquisa, estava completando 100 anos de sua primeira publicação. O momento era mais do que oportuno para a empreitada editorial. Assim, encaminhei a proposta para a Editora UFS, que foi aceita naquele mesmo ano. Porém, somente agora, em 2013, ela finalmente virou livro com o título “Através do Brasil – Uma Trajetória Centenária”.

PET-  Quais as contribuições que a obra pode oferecer ao leitor?

Prof. Claudefranklin - A meu ver, o livro contribui para as discussões em torno do pensamento educacional brasileiro trazendo para o centro da cena a obra didática do poeta carioca Olavo Bilac e do médico sergipano Manoel Bomfim. Também é uma contribuição no campo da análise técnica, educacional e histórica da produção do livro didático no Brasil ao longo de mais de um século. “Através do Brasil” foi publicado em 1910, pela editora Francisco Alves. Ele foi adotado nas escolas brasileiras até 1965, conhecendo 66 edições. Sem sombra de dúvidas, um dos mais importantes produtos culturais do gênero na História do Brasil.

No TweetBacks yet. (Be the first to Tweet this post)